Flora Aquáticas

Plantas  Aquáticas


Há uma grande diversidade de plantas aquáticas que podem ser manejadas em lagos. Várias delas apresentam benefícios ao meio ambiente. Enquanto algumas são ideais para manter a água limpa, outras, por exemplo, servem para deixar o lago mais bonito. Há ainda espécies que reúnem as duas finalidades.Na hora de decidir pelo tipo de planta, a combinação de espécies com funções diferentes é uma boa
opção de escolha. Isso porque, se uma delas não se adaptar ou for danificada ou destruída por algum predador, outra continuará viva no lago. Além disso, é bom contar com plantas que desabrocham em épocas distintas. Assim, as chances de manter o local florido a maior parte do ano aumentam bastante.
As plantas de superfície das espécies Eichhornia (como aguapé ou baronesa), Pistia (alface d’água) e Salvinia (marrequinha) são alternativas para “filtrar a água”, como também as submersas Cabomba caroliniana e Myriophyllum aquaticum. A limpeza da água ocorre a partir do processo natural do desenvolvimento dessas plantas. É que, para crescer, elas necessitam retirar os nutrientes presentes no meio aquático, o que elimina a sujeira do ambiente.
A espécie Eichhornia, inclusive, pode ser utilizada em áreas que recebem materiais e resíduos jogados pelo esgoto, até mesmo metais pesados. Porém, é importante ressaltar que a planta pode virar uma praga, caso não receba regularmente cuidados necessários. Se a água possuir nutrientes em abundância, a taxa de reprodução será elevada e toda a superfície do lago será tomada pela vegetação.


Alface  d'água

Chamada também de erva-de-santa-luzia, essa planta aquática é rústica e pouco exigente. Como multiplica-se rapidamente, pode até se tornar daninha (sobretudo quando em mananciais poluídos em regiões quentes). No paisagismo normalmente ela é empregada em aquários, fontes, lagos e espelhos d'água.

O nome popular, alface d'água, refere-se ao seu aspecto, semelhante ao da hortaliça. A diferença recai apenas na textura aveludada de suas folhas verde-claras. Uma coisa é certa: a espécie é muito ornamental. Uma dica importante: deve ser cultivada em água livre de cloro e outros produtos químicos. E por ser flutuante, não necessita de nenhum substrato. Multiplica-se por separação das mudas, que em geral se formam em torno da planta mãe. Também é considerada medicinal.



As plantas aquáticas são conhecidas pelos pesquisadores como macrófitas aquáticas (macro = grande, fita = planta). Esse termo é utilizado para descrever o conjunto de vegetais adaptados ao ambiente aquático. São vegetais que habitam desde brejos até ambientes totalmente submersos (isto é, debaixo d'água).

As macrófitas aquáticas são, em sua grande maioria, vegetais terrestres que ao longo de seu processo evolutivo, se adaptaram ao ambiente aquático, por isso apresentam algumas características de vegetais terrestres e uma grande capacidade de adaptação a diferentes tipos de ambientes (o que torna sua ocorrência muito ampla).
Importância das Plantas Aquáticas
As plantas aquáticas desempenham um papel extremamente importante no funcionamento dos ecossistemas em que ocorrem, sendo capazes de estabelecer uma forte ligação entre o sistema aquático e o ambiente terrestre que o circunda.
Entre os importantes papéis desempenhados pelas plantas aquáticas, podemos citar:
- O de atuar como produtores primários, fornecendo a base da cadeia alimentar de ambientes aquáticos, pois são alimentos de peixes e de organismos aquáticos como algumas espécies de aves e mamíferos aquáticos (como as capivaras).
- Atuam como filtradoras, por reterem sedimentos em suspensão de nutrientes, bem como liberadores liberando-os na água, através de sua excreção ou durante sua decomposição.
- São fornecedoras de abrigo para peixes recém nascidos e pequenos animais.
- Proporcionam sombra, fundamental para muitas formas de vida sensíveis a muita luz.
- Fornecem materiais de importância econômica para a sociedade, pois podem ser utilizadas como alimento para o homem e para o gado, fertilizante de solo, fertilizante de tanques de piscicultura ou abrigo para alevinos, matéria - prima para a fabricação de remédios, utensílios domésticos, artesanatos e tijolos para a construção de casas, na industria textil, forrageira, medicinal e despoluidoras, recreação e lazer, pois são cultivadas em lagos artificiais como plantas ornamentais, etc.
- Podem ser utilizadas no controle de erosão hídrica.
- Proporcionam abrigo adequado para o desenvolvimento de microorganismos pois suas raízes servem de local para a deposição de ovos de diversos amimais.
- Por necessitarem de altas concentrações de nutrientes para seu desenvolvimento, as plantas aquáticas são utilizadas com sucesso na recuperação de rios e lagos poluídos, pois suas raízes podem absorver grandes quantidades de substâncias tóxicas, além de formarem uma densa rede capaz de reter as mais finas partículas em suspensão.

Um comentário: